• Gillian Medeiros

O que é e para que serve o CÍRCULO CROMÁTICO


O estudo das cores envolve muito mais que apenas este conteúdo, porém com essas dicas e combinações, um profissional poderá trabalhar com elas de forma complexa e fazer um projeto extraordinário, além de ser auxiliado pelo círculo cromático e obter um resultado de forma mais simples e eficaz.

Sabe-se que a combinação de cores é indispensável em um projeto de design e a partir de boas combinações podemos contrastá-las, harmonizá-las e iluminá-las de forma espetacular. Para simplificar esse processo, utilizamos o círculo cromático, ou seja, um instrumento facilitador para elaborar projetos, uma vez que, nele temos acesso a composição de cores, luminosidade, saturação e sombra que devem ser utilizados.

Entende-se por círculo cromático, como o próprio nome designa uma paleta composta por doze cores, sendo elas:

  • Três cores primárias: não podem ser obtidas através de outras, como o amarelo, azul e vermelho.

  • Três cores secundárias: formadas pela mistura das cores primárias, obtemos laranja, violeta e verde.

  • Seis cores terciárias: compostas pela mistura das cores secundárias.

Além dessas cores classificadas acima, podemos criar milhares de outras adicionando o preto, e resultando em sombras e cores mais escuras ou o branco para representar a luminosidade e cores claras. Como diz na teoria das cores, a partir das cores primárias, também chamadas de cores básicas, pode surgir qualquer outra.

Ainda existem as cores que chamamos de complementares, ou seja, que ocupam posições inversas no círculo e que funcionam extraordinariamente bem juntas. Temos, também, as chamadas harmonias, que funcionam na combinação de cores, criando espaços ou trabalhos bastante chamativos, classificamo-las em quatro tipos:

  • Harmonia monocromática: utilizamos a mesma cor com diferentes saturações e luminosidade. Para que não fique sem graça e monótono, pode-se utilizar o preto e branco para destacar os detalhes.

  • Harmonia análoga: representa-se por uma cor principal e primária e duas outras confinantes a mesma no círculo de cores para atribuir aos detalhes.

  • Harmonia complementar: como citamos, é dada pela escolha de uma cor no círculo de cores e a oposta a ela. Geralmente utiliza-se uma cor quente e uma fria, atribuindo uma como principal e outra aos detalhes.

  • Harmonia triádica: escolhe-se três cores que possuem a mesma distância entre si, usando-se uma como dominante e duas para os detalhes.

Preparado para criar uma IDENTIDADE VISUAL profissional, única e original? Clique aqui

#cor #teoria #circulocromático #design

313 views

localização

Estúdio Cosme Velho

Rio de Janeiro - RJ - Brasil

 

email

telefones

clientes

T. +55 21 3442-6582

C. +55 21 97235-6052

 

CCSP Cardeal Orani Tempesta ▪ Lindete Beleza e Bem Estar ▪ Instituto Naturalis de Pesquisas Científicas ▪ Cia do Corpo Academias ▪ Prefeitura do Rio de Janeiro ▪ BodyTech Academias ▪ Escplan Escritórios Inteligentes ▪ Sul América Seguros ▪ Secretaria Municipal de Meio Ambiente RJ ▪ Company Transportadora ▪ Fundação Parques e Jardins RJ ▪ Secretaria Estadual de Meio Ambiente RJ ▪ Artepérola Indústria de Botões ▪ Giga Transportes Logística ▪ ABGroup Logística ▪ Studio do Sono Fábrica de Colchões ▪ Artsom Pianos ▪ Biotech Engenharia ▪ Barra Flat Imobiliária ▪ VetShopping ▪ F. Rozental Engenharia ▪ Med Ritmo Eletrofisiologia ▪ Endotex Materiais Hospitalares ▪ Vereadora Rosa Fernandes ▪ Deputado Pedro Fernandes ▪ Leiloeiro João Emílio ▪ Rodofly Operador Modal ▪ Mind Teck Tecnologia de Informação ▪ Artsom Pianos ▪ ▪ ▪

 

© 2014 por UMMODO DESIGN ESTRATÉGICO ltda. Todos os direitos reservados.